Endorfinas – hormônios da satisfação e bem-estar

Endorfinas – hormônios da satisfação e bem-estar
Foto: Ivan Ushakovskiy | Dreamstime
Victoria Mamaeva
Pharmaceutical Specialist

Endorfinas também são chamadas de “hormônios da felicidade”, e há muita verdade nisso. Eles são responsáveis ​​pelo bem-estar e euforia, além de diminuir a dor. O que precisa ser feito para que o corpo produza mais endorfinas?

O que são endorfinas?

Endorfinas são um grupo de hormônios peptídicos responsáveis ​​pela auto-satisfação e bem-estar.

Eles foram descobertos na década de 70 do século passado, e o nome é uma abreviação dos chamados. morfinas endógenas, ou seja, opioides produzidos pelo organismo.

Muitos tipos de endorfinas foram descobertos, mas as endorfinas alfa, beta e gama são consideradas importantes para o corpo humano porque agem mais de perto nos opioides (como a morfina). Eles são produzidos no cérebro e na medula espinhal e afetam a consciência, o estado emocional e a dor.

Influência no corpo

As endorfinas têm um efeito narcótico e analgésico no corpo.

Endorphins
Foto: Scienceanm | Dreamstime

Como os opióides exógenos (morfina, codeína, etc.), as endorfinas neutralizam os receptores opiáceos, reduzindo assim a percepção da dor e reduzindo o nível de estresse experimentado pelo corpo. A mais ativa é a endorfina, sintetizada pela glândula pituitária. Além de reduzir a dor, as endorfinas podem induzir sentimentos de euforia, satisfação e bem-aventurança.

Produção de endorfinas

A liberação de endorfinas no corpo ocorre principalmente quando ocorre dor ou estresse. A ação das endorfinas pode ser percebida pelas parturientes, que, apesar das enormes dores durante o trabalho de parto, quase imediatamente se esquecem dela, segurando o bebê recém-nascido nos braços. No entanto, esses não são os únicos fatores que contribuem para a produção de endorfinas.
Humor é a vitamina da longevidade
Humor é a vitamina da longevidade

Recentemente, muito se tem falado sobre os efeitos benéficos da atividade física, que, além de melhorar o quadro e eliminar o excesso de peso, aumenta a secreção de endorfinas. Para algumas pessoas, treinos de intensidade moderada são suficientes, mas há pessoas que liberam uma quantidade maior de endorfinas durante exercícios longos e muito intensos. Esse fenômeno é chamado de “euforia do corredor”.

Pessoas que correm, por exemplo durante uma maratona, sentem menos dor e são mais resistentes à fadiga. Alguns pesquisadores acreditam que este é o efeito placebo. No entanto, é inegável que a atividade física melhora o humor e o bem-estar. Outro estímulo que afeta a produção de endorfinas é o sexo.

Endorphins

Se por algum motivo uma pessoa não puder pagar a atividade física, é possível estimular a produção de endorfinas por meio da alimentação. Os efeitos benéficos são dados, entre outras coisas, por pratos picantes temperados com, por exemplo, pimenta malagueta. A capsaicina é responsável pela nitidez e o contato com ela está associado a uma sensação de dor. Então o corpo começa a produzir endorfinas para aliviar doenças desagradáveis. Claro, alimentos condimentados devem ser consumidos com moderação, especialmente para aqueles que sofrem de azia e úlceras.

Outro alimento é o chocolate, que adicionalmente promove a produção de serotonina, neurotransmissor responsável por controlar o bem-estar e o humor. Também é útil comer alimentos ricos em triptofano, encontrado em aves, salmão, ovos, produtos de soja, sementes e nozes, espinafre ou leite e queijo.

Cacau – um milagre saudável e saboroso da natureza
Cacau – um milagre saudável e saboroso da natureza

Se você precisa fazer uma dieta que apoie a produção de endorfinas, deve procurar a ajuda de um nutricionista. Um nutricionista qualificado irá preparar um menu à medida das necessidades de cada pessoa, assegurando-se de que é variado e equilibrado.

As endorfinas também aumentam tomando banho de sol, ouvindo sua música favorita e fazendo exercícios relaxantes (como ioga).

Consequências da deficiência de endorfina

Os especialistas há muito confirmam que as endorfinas têm um efeito positivo no bem-estar humano, mas esse tópico ainda é objeto de muitos estudos.

Meditação – encontre harmonia consigo mesmo
Meditação – encontre harmonia consigo mesmo

Quanto à falta de endorfinas, alguns médicos acreditam que níveis muito baixos no corpo podem causar dor, incluindo dores de cabeça crônicas ou depressão. Até o momento, não há estudos que apontem inequivocamente para tal relação, mas ela deve ser considerada ao planejar uma dieta ou ao considerar o início da atividade física.

1
Contente Participação