A biotina é uma vitamina B solúvel em água

A biotina é uma vitamina B solúvel em água
Foto: Siddharth Pandit | Dreamstime
Victoria Mamaeva
Pharmaceutical Specialist

Cabelos secos, unhas quebradiças ou tez grisalha são problemas que não devem ser ignorados. Eles são frequentemente recomendados como suplementos de biotina, mas o que é e como funciona?

Não é à toa que nosso corpo é considerado mais inteligente do que nós e nos diz o que está faltando. Queda de cabelo, deterioração da pele e das unhas – um sinal que pode nos alertar sobre a deficiência de biotina no organismo. No entanto, existem muitas maneiras de lidar com isso e até mesmo preveni-lo.

O que é biotina?

Biotina foi descoberta acidentalmente no início do século 20, enquanto procurava uma substância que ajudasse no tratamento de doenças de pele.

Daí a palavra alemã para Haut (pele) deriva seu nome original, vitamina H. Hoje você também pode se deparar com o termo vitamina B7, já que a biotina, junto com, por exemplo, ácido fólico e piridoxina, pertence às vitaminas B, ou seja, aquelas necessárias para o bom funcionamento do corpo.

Propriedades

Primeiro, a biotina é muito solúvel em água, o que significa que a overdose é quase impossível. Seu excesso será excretado do corpo com a urina. Sua segunda propriedade é a alta resistência ao calor – o tratamento térmico não o priva de suas propriedades, como é o caso de muitos nutrientes.

Biotin
Foto: Ekaterina79 | Dreamstime

No entanto, sua característica mais interessante é o fato de nosso corpo produzir vitamina B7 no intestino, o que, por sua vez, faz com que sua deficiência não seja comum. Na maioria das vezes isso ocorre ao observar uma dieta indiferenciada, durante o tratamento com antibióticos e ao usar contracepção hormonal.

A glutamina é um dos 20 aminoácidos padrão que compõem a proteína
A glutamina é um dos 20 aminoácidos padrão que compõem a proteína

Um ingrediente comum na alimentação diária é a biotina, que é mais comumente encontrada em nozes, amêndoas, gema de ovo, tomate e cogumelos. A vitamina da juventude também está presente em quantidades menores em muitos alimentos vegetais e animais.

Benefícios da Biotina

A biotina, conhecida como vitamina da pele ou da beleza, atua principalmente na pele, cabelos e unhas. Isso se deve em grande parte ao alto teor de moléculas de enxofre, necessárias para a formação de creatina, que por sua vez protege e melhora sua aparência. A biotina também regula a atividade das glândulas sebáceas, o que pode prevenir a queda excessiva de cabelo. Também regula o funcionamento da glândula tireoide, que também pode ter efeitos semelhantes.

No entanto, deve-se enfatizar que a queda de cabelo pode ser um sintoma de muitas doenças não associadas à deficiência de biotina e, em caso de ocorrência crônica, principalmente na presença de outros sintomas, o médico deve ser consultado. A maioria das pessoas que usa biotina como suplemento dietético experimenta uma melhora notável na condição de seus cabelos e unhas após apenas alguns meses de uso regular.

O iodo é um dos oligoelementos mais importantes no corpo humano
O iodo é um dos oligoelementos mais importantes no corpo humano

A biotina regula a secreção de sebo, protege a pele da inflamação, promove a cicatrização de feridas e evita a descoloração. Frequentemente encontrado em cremes e outras preparações antienvelhecimento. Da mesma forma, existem esmaltes com seu conteúdo e biotina para cabelos na forma de condicionadores e xampus.

Biotin
Foto: Ratmaner | Dreamstime

Ao contrário do que se possa pensar, a biotina é utilizada não só para a beleza, mas também para o bom funcionamento do corpo como um todo. Está envolvido na produção de insulina e na absorção de glicose pelas células musculares, o que tem um grande impacto na manutenção de níveis adequados de açúcar no sangue.

A vitamina B7 também é um componente do processo de formação de protrombina, que por sua vez é responsável pela coagulação do sangue. Finalmente, está envolvido no metabolismo das gorduras, proteínas e hidratos de carbono e na síntese de ácidos gordos, o que também tem um grande impacto no sistema digestivo.

Quando usar

Apesar da disponibilidade relativamente alta de biotina nos alimentos e sua síntese em nosso organismo, existem algumas pessoas que possuem indicações específicas para suplementação. É principalmente sobre pessoas que percebem os primeiros sintomas de deficiência, como deterioração do cabelo, unhas e pele ou dores musculares.
A arginina é um elemento-chave do metabolismo do nitrogênio
A arginina é um elemento-chave do metabolismo do nitrogênio

As pessoas que fumam, abusam do álcool e tomam antibióticos ou anticonvulsivantes por muito tempo estão especialmente em risco de deficiência.

Além disso, pessoas com fenilcetonúria e doenças que interferem na absorção de nutrientes podem apresentar níveis reduzidos dessa substância. A biotina também pode ser usada por mulheres grávidas e durante a amamentação, mas apenas em pequenas doses, conforme recomendado pelo fabricante do suplemento.

2
Contente Participação